Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
      
 

A participação em redes sociais é mais frequente em Portugal do que na UE
Sociedade da Informação e do Conhecimento - Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação nas Famílias
A participação em redes sociais é mais frequente em Portugal do que na UE - 2015
17 de novembro de 2015

Resumo

De acordo com os resultados da edição de 2015 do Inquérito à Utilização de Tecnologias da Informação e da Comunicação pela Famílias, 70% das famílias portuguesas têm acesso à internet em casa, a maioria em banda larga. O acesso à internet através de banda larga predomina entre as famílias com crianças (90%) e entre as que residem na região de Lisboa (78%).
Em 2015, 7 em cada 10 pessoas com idade entre 16 e 74 anos ligam-se à internet e 2 fazem encomendas eletrónicas. Nos últimos 5 anos, a utilização de comércio eletrónico aumentou 13 pontos percentuais (p.p.), passando de 10% em 2010 para 23% em 2015.
A utilização de computador e internet é mais frequente por pessoas até aos 44 anos, para os homens e para quem completou o ensino secundário ou superior.
Em 2015, 70% dos utilizadores de internet em Portugal participam em redes sociais. No ano anterior, a proporção de residentes que utilizou as redes sociais foi superior em 14 p.p. à média da UE-28.
Há cada vez mais internautas que utilizam os serviços de computação em nuvem para guardar ficheiros.
Dois terços dos utilizadores de internet acedem à rede em mobilidade, essencialmente através de telemóvel ou smartphone.
Mais de metade (54%) das pessoas que utilizaram a internet referiram ter limitado a sua utilização devido a preocupações com a segurança, principalmente ao nível do fornecimento de informação pessoal para redes sociais ou profissionais (35%).


Destaque
Download do documento PDF (411 Kb)
Quadros
Excel Excel (169 Kb)
CSV CSV (3 Kb)