Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
      
 

Portugal registou uma taxa de crescimento efetivo positiva (0,19%), o que não acontecia desde 2009
Estimativas de População Residente
Portugal registou uma taxa de crescimento efetivo positiva (0,19%), o que não acontecia desde 2009 - 2019
15 de junho de 2020

Resumo

Em 31 de dezembro de 2019, a população residente em Portugal foi estimada em 10 295 909 pessoas, mais 19 292 que em 2018. Este resultado traduziu-se numa taxa de crescimento efetivo positiva de 0,19%.
O acréscimo populacional em 2019 resultou do aumento do saldo migratório (de 11 570 em 2018 para 44 506 em 2019), já que o saldo natural se manteve negativo (-25 214 em 2019). Em 2019 registou-se, assim, uma taxa de crescimento migratório positiva de 0,43% e uma taxa de crescimento natural negativa de 0,25%, neste último caso pelo décimo primeiro ano consecutivo.
O saldo migratório foi positivo em todas as regiões NUTS II, com maior expressão na Área Metropolitana de Lisboa, no Centro e no Norte. Estas três regiões, conjuntamente com a Região Autónoma da Madeira, foram as únicas a contribuir para o aumento da população em 2019.
Em 2019, metade das pessoas residentes em Portugal tinham mais de 45,5 anos, o que representa um acréscimo de 4,3 anos em relação a 2009. Assim, o envelhecimento demográfico em Portugal continuou a acentuar-se tendo o índice de envelhecimento, que compara a população com 65 e mais anos (população idosa) com a população dos 0 aos 14 anos (população jovem), atingido o valor de 163,2 idosos por cada 100 jovens em 2019. A Região Autónoma dos Açores registou o menor índice de envelhecimento (97,2 idosos por 100 jovens), mantendo-se a única região onde o número de jovens excede o número de idosos.


Destaque
Download do documento PDF (266 Kb)
Quadros
Excel Excel (15 Kb)
CSV CSV (5 Kb)