Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
      
 

Em 2019 as exportações aumentaram 3,5% e as importações cresceram 6,0%, em termos nominais
Estatísticas do Comércio Internacional
Em 2019 as exportações aumentaram 3,5% e as importações cresceram 6,0%, em termos nominais - 2019
26 de outubro de 2020

Resumo

Em 2019, as exportações de bens aumentaram 3,5% em termos nominais face ao ano anterior (+5,1% em 2018), totalizando 59 903 milhões de euros. As importações atingiram 79 977 milhões de euros, aumentando 6,0% em relação ao ano anterior (+8,3% em 2018). A balança comercial de bens registou um défice de 20 074 milhões de euros, mais 2 485 milhões de euros que em 2018. Excluindo os Combustíveis e lubrificantes, as exportações aumentaram 4,4% e as importações 6,8% (+5,4% e +8,0%, respetivamente, em 2018) e o défice aumentou 2 155 milhões de euros, atingindo 14 636 milhões de euros.
Os três principais clientes e fornecedores externos de bens a Portugal continuaram a ser Espanha, França e Alemanha. O maior défice comercial manteve-se com Espanha e o maior excedente registou-se com os Estados Unidos, enquanto no ano anterior tinha sido com o Reino Unido.
As Máquinas e aparelhos mantiveram-se como principal grupo de produtos importado em 2019 e deixaram de ser o principal grupo de produtos exportado, posição que passou a ser ocupada pelos Veículos e outro material de transporte. O Material de transporte destacou-se pelos acréscimos significativos nas exportações (+14,2%; +17,6% em 2018) e nas importações (+21,8%; +10,5% em 2018) – ver caixa neste destaque.
Em 2019, as importações de bens através do comércio eletrónico/vendas à distância totalizaram 348 milhões de euros, tendo crescido 23,5% face ao ano anterior (+66 milhões de euros).

Consulte a Publicação


Destaque
Download do documento PDF (420 Kb)