Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
      
 

VAB do setor dos Serviços Prestados às Empresas cresceu 9,9%, 4,1 p.p. acima do total das sociedades não financeiras
Estatísticas dos Serviços Prestados às Empresas
VAB do setor dos Serviços Prestados às Empresas cresceu 9,9%, 4,1 p.p. acima do total das sociedades não financeiras - 2019
11 de dezembro de 2020

Resumo

Em 2019, o valor dos ‘Serviços Prestados às Empresas’ (SPE) aumentou 9,2% (+10,5% em 2018), atingindo 18,5 mil milhões de euros. O Valor Acrescentado Bruto (VAB) cresceu 9,9% (-1,1 p.p. que o crescimento registado em 2018), atingindo 10,8 mil milhões de euros, o que equivale a 10,3% do VAB total das empresas não financeiras. O Excedente Bruto de Exploração (EBE) aumentou 2,1% (+7,6% em 2018), ascendendo a 2,9 mil milhões de euros. Estes resultados correspondem a 125 596 empresas (+3,8% que em 2018), empregando 445 150 pessoas (+5,7% que no ano anterior).
A Informática foi a atividade mais representativa (30,5% do total da prestação de serviços), tendo crescido 18,3% (+15,8% em 2018). A Contabilidade, auditoria e consultoria manteve-se como a segunda atividade mais representativa (27,3% do total da prestação de serviços), tendo crescido 7,6% (+8,9% em 2018).
A Publicidade foi a atividade com maior rácio de prestação de serviços por trabalhador: 118,9 mil euros de serviços prestados (-1,1% do que no ano anterior), por oposição ao setor das Atividades de emprego que registou o menor valor: 14,6 mil euros (+2,7% que em 2018).
No conjunto dos SPE, as cinco maiores empresas representaram 26,9% do total da prestação de serviços. Por atividade, a concentração nas respetivas cinco maiores sociedades variou entre o máximo de 92,6% na Gestão e exploração de equipamento informático e o mínimo de 8,5% nas Atividades de Arquitetura.

Apesar das circunstâncias determinadas pela pandemia COVID-19, o INE apela à melhor colaboração das empresas, das famílias e das entidades públicas na resposta às solicitações do INE. A qualidade das estatísticas oficiais, particularmente a sua capacidade para identificar os impactos da pandemia COVID-19, depende crucialmente dessa colaboração que o INE antecipadamente agradece.


Destaque
Download do documento PDF (531 Kb)
Quadros
Excel Excel (121 Kb)