Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
      
 

Rendimento Nacional Bruto regressa a variações positivas
Contas Nacionais Trimestrais por Setor Institucional
Rendimento Nacional Bruto regressa a variações positivas - 2.º Trimestre de 2021
23 de setembro de 2021

Resumo

A economia portuguesa apresentou um saldo externo de 0,1% do Produto Interno Bruto (PIB) no ano acabado no 2º trimestre de 2021. O Rendimento Nacional Bruto (RNB) e o Rendimento Disponível Bruto (RDB) aumentaram 3,7% e 4,0%, respetivamente, no ano acabado no 2º trimestre (depois de reduções de 1,1% e 1,0% no trimestre anterior), tendo o PIB nominal aumentado 3,6% (variação de -1,1% no ano acabado no 1º trimestre de 2021).
No 2º trimestre de 2021, a capacidade de financiamento das Famílias2 diminuiu 2,3 pontos percentuais (p.p.), para 5,2% do PIB e a taxa de poupança fixou-se em 11,5% (14,2% no trimestre anterior), refletindo sobretudo o crescimento de 4,4% do consumo privado (-1,8% no trimestre anterior).
O saldo das Sociedades Não Financeiras fixou-se em -0,9% do PIB, mais 1,7 p.p. que no trimestre anterior, traduzindo o aumento de 5,6% do Valor Acrescentado Bruto (VAB). A capacidade de financiamento das Sociedades Financeiras diminuiu 0,6 p.p. para 1,6% do PIB.
A necessidade de financiamento das Administrações Públicas (AP) diminuiu 1,2 p.p. no ano terminado no 2º trimestre de 2021, para 5,8% do PIB. Tomando como referência valores trimestrais e não o ano acabado no trimestre, o saldo das AP no 2º trimestre de 2021 atingiu -2 802,8 milhões de euros, correspondentes a -5,3% do PIB, o que compara com -10,6% no período homólogo.
A incorporação dos resultados finais de 2019 e, sobretudo, dos resultados provisórios de 2020 das Contas Nacionais Anuais, na estimação das Contas Nacionais Trimestrais determinaram revisões significativas (ver destaque também hoje publicado com estas contas anuais), salientando-se a revisão em alta (+0,7 p.p.) da variação homóloga em volume do PIB no 2º trimestre de 2021, para +16,2%, e uma revisão em baixa (-0,4 p.p.) da variação em cadeia, para 4,5%.


Destaque
Download do documento PDF (1108 Kb)
Quadros
Excel Excel (439 Kb)
Excel Excel (433 Kb)
Excel Excel (596 Kb)
ZIP CSV (41 Kb)
ZIP CSV (44 Kb)
ZIP CSV (81 Kb)