Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
      
 

Trajetória de forte crescimento dos preços na indústria prossegue
Síntese Económica de Conjuntura
Trajetória de forte crescimento dos preços na indústria prossegue - Outubro de 2021
18 de novembro de 2021

Resumo

Na informação quantitativa disponível é de salientar a aceleração do índice de preços na produção da indústria transformadora que registou em outubro o crescimento mais elevado da presente série, atingindo uma taxa de variação homóloga de 11,0% (10,1% no mês anterior), refletindo sobretudo o forte crescimento dos preços dos bens energéticos e dos bens intermédios. Os preços na produção de bens de consumo têm vindo a aumentar consideravelmente abaixo das outras componentes, acelerando ainda assim para uma variação homóloga de 3,5% (2,6% no mês anterior). Refletindo não apenas a variação positiva dos preços, mas também a recuperação da atividade, o índice de volume de negócios nos serviços (inclui comércio a retalho) manteve uma variação homóloga acima de 10%, desacelerando 0,4 pontos percentuais (p.p.) relativamente ao mês anterior para 10,3%. Comparando com setembro de 2019, este índice aumentou 1,5%. O índice de produção na construção registou um crescimento homólogo de 1,9% em setembro, após ter aumentado 2,3% no mês anterior. Comparando com setembro de 2019, apresentou um aumento de 0,6%. Os indicadores quantitativos de síntese da atividade económica e do consumo privado continuaram a desacelerar em setembro de 2021, enquanto o indicador de investimento apresentou taxas de variação homólogas negativas em agosto e setembro. Em outubro, o indicador de clima económico aumentou, após ter apresentando um comportamento irregular desde julho, atingindo o nível registado em fevereiro de 2020. 

De acordo com o Inquérito ao Emprego, a taxa de desemprego fixou-se em 6,1% no 3º trimestre de 2021, 0,6 (p.p.) abaixo do trimestre anterior (8,0% no 3º trimestre de 2020). A taxa de subutilização do trabalho foi inferior em 0,4 p.p. à do 2º trimestre, fixando-se em 11,9% 

A variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) foi 1,8% em outubro, taxa superior em 0,3 p.p. à observada nos três meses anteriores. 


Destaque
Download do documento PDF (622 Kb)
Quadros
Excel Excel (146 Kb)
CSV CSV (6 Kb)