Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística
O género constitui um ponto central de acesso a informação estatística relevante tendo em conta a crescente importância das questões de género e da igualdade no processo de desenvolvimento sustentável, bem como a necessidade de acompanhar a implementação de um conjunto de programas e instrumentos estratégicos.


A situação das mulheres no mundo: que progressos no caminho da igualdade 15 anos depois da Plataforma de Acção de Pequim?
Maria Regina Tavares da Silva > Revista de Estudos Demográficos > INE, 2010, p. 5 - 20

Resumo

Considerando que o ano de 1995, com a celebração da IV Conferência Mundial sobre as Mulheres, promovida pelas Nações Unidas, e com a aprovação da Plataforma de Acção de Pequim, representa um momento de viragem no olhar sobre as questões relativas à situação das mulheres e à igualdade de género, faz-se uma análise breve do percurso que conduziu a essa Conferência, bem como uma apreciação das principais linhas de preocupação e propostas de acção contidas na Plataforma de Acção. Considerando, por outro lado, a visão inovadora dos anos noventa, que encara estas matérias como parte integrante das grandes questões da humanidade, a que as Conferências mundiais da década deram visibilidade, aponta-se a significativa convergência de objectivos da Plataforma de Acção e dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio, para acentuar como a promoção da situação das mulheres e da igualdade de género constitui elemento essencial para um enfrentar positivo dos desafios que hoje se colocam à humanidade. Finalmente, com base nos relatórios oficiais de avaliação do processo chamado de Pequim+15, bem como na experiência pessoal vivida no Comité que monitoriza a aplicação da Convenção sobre a Eliminação de Todas as Formas de Discriminação contra as Mulheres, faz-se uma avaliação breve de progressos alcançados e de obstáculos que subsistem na longa marcha para a igualdade.


Palavras-chave: Mulheres; Igualdade; Plataforma de Acção; Pequim+15; avaliação.


Estudo
Download do documento PDF (460 Kb)