Portal Oficial - Instituto Nacional de Estatística






Este espaço é dedicado à apresentação de estatísticas em desenvolvimento.
Estas estatísticas distinguem-se por duas características: (i) inserem-se em projetos de novos produtos estatísticos que ainda não foram inteiramente completados e, contudo, (ii) expressam já informação que se pode revelar útil para a análise económica e social.
A possibilidade crescente de acesso pelo INE a fontes administrativas, nomeadamente com o programa Simplex+, como é o caso da informação das Declarações Mensais de Remunerações à Segurança social por empresa, e a fontes não convencionais, designadamente obtidas junto de entidades privadas, colocam novos desafios à missão de serviço público do INE. Em particular, é importante fazer refletir a informação destas fontes em novas e pertinentes estatísticas para a vida dos cidadãos e das empresas e para os decisores de políticas públicas.
Assim, antes de adquirirem o seu formato final, serão apresentados neste espaço novos produtos estatísticos, visando tirar partido destas fontes e, em geral, recorrendo a técnicas de tratamento estatístico de grande volume de dados, recentemente desenvolvidas.
Adicionalmente, serão também testadas novas formas de apresentação de informação e resultados derivados de estatísticas já atualmente publicadas, explorando novas ferramentas analíticas.
O INE agradece, desde já, todas as sugestões e críticas que possam contribuir para melhorar as estatísticas em desenvolvimento; contacte-nos pelo email: [email protected].

Indicadores de mobilidade da população ao nível regional - uma leitura a partir da informação da iniciativa "Data for Good" do Facebook
Tirando partido da iniciativa "Data for Good" do Facebook, são divulgados indicadores de mobilidade da população ao nível das NUTS III no território nacional. Estes dados correspondem a atualizações de localização recolhidas a partir dos dispositivos móveis de utilizadores da aplicação Facebook que têm a opção ‘’histórico de localização” ligada. Apenas são considerados dados com precisão de localização (GPS) inferior a 200 metros e, no caso, de um utilizador apresentar múltiplas localizações resultantes de mais do que um dispositivo móvel associado, o Facebook considera apenas os dados com maior precisão de localização. A obtenção de resultados para o nível das NUTS III implica um mínimo de 300 utilizadores únicos por sub-região.

Remuneração bruta mensal média por trabalhador – cálculos do INE com base na informação da Segurança Social e da Caixa Geral de Aposentações
O INE divulga trimestralmente, estatísticas sobre remunerações, com base na informação da Declaração Mensal de Remunerações transmitidas pelas empresas à Segurança Social e da Relação Contributiva dos subscritores da Caixa Geral de Aposentações.
Esta informação respeita a cerca de 400 mil empresas e a aproximadamente 4,2 milhões de trabalhadores. Pretende-se, no futuro, quando o INE dispuser de informação ao nível do trabalhador, complementar estas estatísticas por outras que permitam, entre outras possibilidades, conhecer a distribuição das remunerações e proceder à caracterização sociodemográfica dos trabalhadores.

Inquérito ao Setor da Economia Social 2018
O Instituto Nacional de Estatística I.P. (INE) apresenta os principais resultados do Inquérito ao Setor da Economia Social, por ocasião do Dia Europeu das Empresas da Economia Social. Trata-se de um inquérito realizado pela primeira vez no âmbito do Sistema Estatístico Nacional, promovido pelo INE entre junho e setembro deste ano em colaboração com a CASES, tendo como referência o ano 2018, que permitiu obter 3 550 respostas válidas (cerca de 60% da amostra), para apurar informação sobre caracterização deste setor e práticas de gestão em 2018.
Os resultados agora apresentados centram-se essencialmente na análise das práticas de gestão das entidades da Economia Social, que foram agrupadas em 5 grandes famílias – Cooperativas, Associações Mutualistas, Misericórdias, Fundações e Associações com fins altruísticos.
Pretende-se num futuro próximo um desenvolvimento dos resultados do Inquérito ao Setor da Economia Social, nomeadamente através da divulgação de outra informação que permita uma caracterização mais detalhada do setor, em termos das atividades desenvolvidas, composição interna, relações com entidades do setor público e privado, indicadores de medição do impacto social destas entidades e modalidades de financiamento.

Censos com dados Administrativos
Na comemoração do Dia Europeu da Estatística (20 de outubro), o INE divulga o progresso da linha de investigação Censos com base em dados administrativos, após os Censos 2021. Este projeto insere-se no quadro de desenvolvimento da Infraestrutura Nacional de Dados que dá corpo à estratégia do INE de integração e criação de valor para a sociedade a partir de diferentes fontes de dados. Central ao projeto é a constituição da Base de População Residente que cobre um conjunto de características – geográficas, demográficas e socioeconómicas – da população residente em Portugal e que resulta da integração de informação administrativa proveniente de diversas fontes da administração pública.

Estatísticas do Rendimento ao nível local – indicadores de rendimento declarado no IRS
O INE inicia a divulgação das “Estatísticas do Rendimento ao nível local” com base em dados fiscais anonimizados da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) relativos à Nota de liquidação do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS – Modelo 3), obtidos no âmbito de um protocolo celebrado entre a AT e o INE.
Em 2017, o valor mediano do rendimento bruto declarado, deduzido do IRS liquidado por sujeito passivo, foi de 8 687 € em Portugal. Em 64 municípios, os valores medianos do rendimento bruto declarado, deduzido do IRS liquidado por sujeito passivo, foram superiores à referência nacional. O coeficiente de Gini, indicador habitualmente utilizado para sintetizar o grau de desigualdade de uma distribuição de rendimentos, apresentou valores superiores à referência nacional em 34 municípios.